Minhas capas favoritas

Olá, amores!!!

 

Sabe aqueles desafios que volta e meia rolam no Facebook? Já até fiz uma tag aqui… Pois bem. Fui marcada em mais uma e achei bacana trazer pra vocês.

Minha elfa literária, Paty (Patrícia Christmann), que resenha no Saberes Literários, me desafiou a postar a capa dos meus 5 livros favoritos. As regras são:

  1. Não é necessário explicar por que estão entre seus livros favoritos, mas se quiser comentar sobre, fique à vontade;
  2. Indique alguns amigos (vamos saber do gosto de cada um e compartilhar/propagar cultura);
  3. Marque a pessoa que te indicou. (isso no Face, tá?)

DELS DO CÉU! COMO ASSIM, SÓ CINCO LIVROS?!?!?!?!

Ok. Tarefa muito difícil, mas farei e ainda explicarei o por quê.

 

A Guerra dos Tronos, de George R. R. Martin (As Crônicas de Gelo e Fogo)

wp_20160914_11_14_46_pro-2

Sinopse: “Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha – uma cruel mulher do clã Lannister. E sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda a sua família. Quem vencerá a guerra dos tronos?”

Já li todos os livros da série e aguardo sr. Martin lançar o próximo antes de morrer. A trama é todo muito bem escrita, os personagens são fantásticos!! Adoro a série, pois ela é aquela que te dá um tapa na cara toda vez que você se apega a um personagem ou acha que sabe o que acontecerá.

Regra de ouro para ler a série: Não se apegue a nenhum personagem. NENHUM! #fikdik

Aventuras de Alice no País das Maravilhas & Através do Espelho e o Que Alice Encontrou Por Lá, de Lewis Carol

wp_20160914_11_15_32_pro-2

Sinopse: “Passados quase 150 anos da publicação original, a clássica história de uma menina chamada Alice, que entra em uma toca atrás de um coelho falante e cai em um mundo de fantasia, continua popular. Esta obra reúne Aventuras de Alice no País das Maravilhas e sua continuação, Através do espelho e o que Alice encontrou por lá. Obra-prima que não pode faltar na sua biblioteca.”

Geeeeeeeeeente! É a Alice! Não dá para não amar! ❤

Não precisa de mais nenhuma explicação. Amém.

Jogador Nº1, de Ernest Cline

wp_20160914_11_16_05_pro-2-1

Sinopse: “Cinco estranhos e uma coisa em comum: a caça ao tesouro. Achar as pistas nesta guerra definirá o destino da humanidade. Em um futuro não muito distante, as pessoas abriram mão da vida real para viver em uma plataforma chamada Oasis. Neste mundo distópico, pistas são deixadas pelo criador do programa e quem achá-las herdará toda a sua fortuna. Como a maior parte da humanidade, o jovem Wade Watts escapa de sua miséria em Oasis. Mas ter achado a primeira pista para o tesouro deixou sua vida bastante complicada. De repente, parece que o mundo inteiro acompanha seus passos, e outros competidores se juntam à caçada. Só ele sabe onde encontrar as outras pistas: filmes, séries e músicas de uma época que o mundo era um bom lugar para viver. Para Wade, o que resta é vencer – pois esta é a única chance de sobrevivência.”

Amo o universo nerd e esse livro tem todas as referências possíveis a esse universo. Além da trama toda ser muito bem escrita.

Figurinha garantida no meu álbum de favoritos. ❤

A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr

wp_20160914_11_14_26_pro-3

Sinopse: “Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.

Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.

Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heroicas, magia, romance e suspense.”

Gosto de livros do gênero fantasia e com esse não foi diferente. O que faz dele especial foi o momento em que apareceu. A história em si não teve muito a ver, mas o livro mudou minha vida. Virei fã do autor, tenho todos os livros dele e, vocês conferiram aqui, faço questão de ter meu autógrafo sempre que possível. 🙂

Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling (Harry Potter)

Sinopse: “Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas.

O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais.”

Por último, mas não menos importante, Harry Potter.

Esse livro foi o que me tornou a leitora que sou hoje. Fiquei encantada com a magia literária que J.K. me apresentou ao ler essas páginas e percebi que não poderia mais viver uma vida só. Queria viver várias a cada personagem, história e livro novos… ❤ ❤ ❤

E fim!

Sintam-se a vontade para postarem as capas dos seus livros favoritos! Não esqueçam de marcar o blog ou linkar esse post para que eu também possa acompanhar (e descobrir livros novos kkkkk).

Beijinhos. 😉

Por onde andei….

Oi, amorecos!

Tudo bem com vocês???

 

Sim, eu sumi. (nossa! que novidade!!) Mas foi por um bom motivo.

Lembram daquele trabalho que fui fazer entrevista? Não? Então leia aqui pra poder entender.

Enfim, CONSEGUI!!!!

Pra trabalhar na Bienal Internacional do Livro de São Paulo!\o/

Não deu tempo de vir aqui contar, pedir pra que me visitassem e me dessem muitos abraços, desculpa…

Foi tudo muito lindo! Trabalhar com livros foi a coisa mais incrível que me aconteceu.

Precisei ficar os 11 dias lá em São Paulo (pra quem não sabe, sou de São José dos Campos). Sim. Fiquei longe do maridão e das cria, queria vir pra casa todo santo dia, mas consegui ir até o fim com a sensação de vitória.

Antes de mostrar as poucas fotos que tenho de lá, vou primeiro fazer uma análise “emocional” da situação toda.

Vocês sabem como estou enfrentando a depressão. Não sei dizer se ela ainda está aqui, mas, se estiver, está muito bem escondida, graças a Deus. Mesmo assim, tenho alguns episódios ruins relacionados a ela…

Eu aceitei o trabalho na Bienal, para trabalhar como promotora de vendas da V&R Editoras (pra quem não lembra de cabeça, é a editora de Diário de um Banana). Assim que eu aceitei, pulei de alegria, chorei de emoção, ri de nervosismo. Quando tudo isso passou, veio a ansiedade.

“Como você vai ficar 11 dias sozinha?”, “E se você se perder?”, “E se você odiar o trabalho e se arrepender?”, “E se algo acontecer com seus filhos quando você estiver lá?”, “E se coisas piores que isso acontecerem???”

Foram muitos  “e se” passando pela minha cabeça. Perdi noção de quantas vezes disse ao meu marido que eu não queria mais, mesmo depois de já ter entregue os documentos…

Apesar disso, venci a ansiedade e fui.

E eu achando que ela me deixaria em paz quando eu estivesse lá. Tá! Muita inocência minha.

Precisava ir ao Anhembi todo dia de metrô e ônibus (esse último era fornecido de graça pela organização do evento). Era necessário uma caminhada até os dois. Curta caminhada, mas cheia de medo. “E se eu for assaltada?”, “E se, com esse trânsito de São Paulo, eu acabar sendo atropelada e morrer?”, “E se eu pegar o metrô pro lugar errado ou descer na estação errada?”.

Várias vezes dentro do metrô estive a beira de um ataque de pânico. Minhas mãos suavam, sentia minha pressão caindo, a respiração ficava curta e ofegante, um aperto no peito começava a crescer e parecia me sufocar.

Lembrei de uma amiga que passou pelo mesmo e me mandou mensagem pedindo ajuda. Lembrei o que eu disse a ela. Fechei os olhos, respirei fundo, prendi a respiração por 3 segundos, soltei. Repeti o processo. “Você consegue, já fez isso antes. Você até decorou o caminho! Não tem motivo para pânico! Respira…”, era isso o que eu pensava enquanto fazia o exercício de respiração.

Quando finalmente me acalmava, abria os olhos e lá estava eu, renovada, pronta para continuar. E deu tudo certo.

Não me perdi, não fui assaltada, não aconteceu nenhuma desgraça, nem mesmo aconteceu de descer na estação errada! E essa, meus caros leitores, foi a melhor experiência da minha vida.

Eu ouvia muito que eu sou capaz, que eu sou forte e todos os clichês possíveis, mas sabemos que palavras não adiantam nessas situações. Só vivendo mesmo.

E eu vivi.

E sobrevivi.

E estou aqui para contar que está tudo dentro da nossa cabeça. Todas as paranoias e também a solução para elas. Mas tudo isso está do outro lado do medo. Só precisamos de uma pequena dose de coragem para enfrentá-lo e então alcançarmos toda nossa força!

Essa é uma lição que levarei sempre comigo. Espero que sirva de exemplo para aqueles que vivem dentro da própria cabeça. Ouça bem: Você consegue! ❤

 

Agora, deixa eu mostrar as coisas linda que aconteceram lá:

Galera linda que trabalho comigo no primeiro turno

Galera linda que trabalho comigo no primeiro turno

 

Eu e Tamires.. ops... Krestel, personagem do livro "A Maldição do Vencedor"

Eu e Tamires.. ops… Krestel, personagem do livro “A Maldição do Vencedor”

 

Eu e Pororo (toda vez que o dito aparecia, eu gritava "OLHA O PORORO!!!!")

Eu e Pororo (toda vez que o dito aparecia, eu gritava “OLHA O PORORO!!!!”)

 

Eu e Greg (Diário de um Banana). Detalhe que furei fila de várias criancinhas para poder tirar essa foto kkkkkkkk

Eu e Greg (Diário de um Banana). Detalhe que furei fila de várias criancinhas para poder tirar essa foto kkkkkkkk

 

Eu e Ana Laura (colega de trabalho) na cabine da Barbie. Não dava pra não tirar foto lá, né? *-*

Eu e Ana Laura (colega de trabalho) na cabine da Barbie. Não dava pra não tirar foto lá, né? *-*

 

MINHA CHEFE, LOUCAAAAAA!!!!! kkkkkkk Mas é amorzinho, juro.

MINHA CHEFE, LOUCAAAAAA!!!!! kkkkkkk Mas é amorzinho, juro.

 

Com o autor mara Danilo Barbosa e nossa diva, Josy Stoque!

Com o autor mara Danilo Barbosa e nossa diva Josy Stoque!

 

Rodrigo Moreira

Com Rodrigo Moreira

Fiz as primeiras impressões do livro dele aqui. Acreditam que ele me reconheceu??? GENTE! QUE EMOÇÃO!!!

 

Com Eduardo Spohr

Com Eduardo Spohr

CLARO que eu ia pegar autógrafo com ele de novo, né, gente! Até parece que não em conhecem. kkkkk

 

Saldo da Bienal

Saldo da Bienal

Dessa vez não consegui trazer muita coisa, porque não tinha forças para andar na hora do meu almoço, muito menos quando acabava meu turno kkkkk Andei bem pouco, para ser sincera. Vi mais o que eu já estava programando para ver e o restante foi lucro do caminho até onde eu queria ir.

Vai ter sorteio de marcadores. Isso eu consegui pra vocês!!! Aguardem.

 

Beijinhos! 😉